16 jun

COMPARANDO A FARMACOCINÉTICA DO ROPINIROL E DO PRAMIPEXOL

A diferença mais óbvia na comparação de ropinirol e pramipexol envolve diferenças
farmacocinéticas. As duas maiores diferenças envolvem como a atividade da droga é
interrompida pelo organismo.
ELIMINAÇÃO RENAL – PRAMIPEXOL
O pramipexol é principalmente eliminado do corpo pelos rins. Por esse motivo, é possível o
acúmulo de fármaco ativo em pacientes com insuficiência renal. Podem ser necessários
ajustes de dose nesta configuração. O monitoramento clínico de efeitos adversos seria
importante em pacientes com piora da função renal.
Por outro lado, o ropinirol é significativamente desativado pelo sistema enzimático CYP. Como
a eliminação renal não desempenha um papel tão importante na degradação em comparação
com o pramipexol, o ropinirol é menos suscetível a alterações na concentração devido ao
agravamento da função renal.
INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS – CYP1A2
Embora, de certa forma, seja uma vantagem evitar a eliminação renal como a principal maneira
de interromper a atividade do medicamento, também pode ser uma desvantagem. O ropinirol é
desativado pelo CYP1A2. Isso significa que alterações na atividade do CYP1A2 podem alterar
as concentrações de ropinirol.
A ciprofloxacina é um dos agentes mais comuns que podem inibir o CYP1A2 . Ao inibir o
CYP1A2, a concentração de ropinirol pode aumentar e causar toxicidade. O pramipexol evitaria
essa interação potencial.
Ao comparar o ropinirol e o pramipexol, os parâmetros farmacocinéticos como função renal e
metabolismo hepático podem alterar qual agente você seleciona e qual dose pode ser usada.Onofarma telefone farmacia popular Brasilia df